27 de jan de 2012

Em tempos de repressão, é hora de jogar o copo de vinho fora. Minhas armas precisam de meus dois punhos abertos e livres. Um segura o lápis. O outro, a bandeira.